Skip to content

Fatos GP da Bélgica

30/08/2010

Isso é F1, emoção e expectativa o tempo todo! E emoções e expectativas não faltaram, graças à chuva e seu charme, o GP da Bélgica foi uma das melhores corrida da temporada. E Grande Prêmio da Bélgica sem chuva não é Grande Prêmio da Bélgica.

Todos esperavam uma corrida “excitante”, e logo foi mesmo. A largada sob expectativa de chuva, que logo viria. Todos meio tensos, Webber não larga bem, e um dos grandes favoritos assumiu a ponta, que foi Lewis Hamilton. E no final da primeira volta, a “convidada” especial chegou, a chuva logo veio; mas não muito forte, mas o suficiente para fazer uma confusão na chicane Bus Stop, onde vários pilotos escaparam. E infelizmente foi onde Rubens Barrichello abandonou a prova, que completava 300 GPs, ele escapou e bateu em Fernando Alonso.

A maioria dos pilotos não arriscaram em trocar os pneus, Alonso tentou a sorte, mas não deu, cai para o fundo do grid. Enquanto as posições da frente se mantinham, belíssimos pegas ocorriam no meio do pelotão; isso é F1.

Uma coisa que impressionou muito a todos, foi a velocidade na reta do carro da Force India. Em uma tentativa de ultrapassagem de Alonso sobre Liuzzi, o espanhol conseguiu, mas depois Liuzzi simplesmente põem de lado e passa, fantástico.

Mas infelizmente há ainda quem faz suas bobagens. Vettel pressionava Button, e em uma tentativa de ultrapassagem, o alemão dá uma “balançada” e acerta a lateral do atual campeão. Button abandona com o radiador danificado; Vettel tem que trocar o bico e é penalizado. E ainda lá atrás no grid, quanto passava Luizzi, seu pneu foi furado… final de semana terrível para Vettel; que agiu como se fosse um estreante sem noção.

Enquanto isso, Alonso lá atrás passava os “carros de outra categoria”. E pegas legais aconteceram, Schumacher, Rosberg, Petrov, Hulkenberg, Liuzzi, protagonizam belas batalhas.

Mas ela – a chuva- passou pelas voltas iniciais e poderia voltar, a cada instante expectativas de chuva eram liberadas. Após paradas e a corrida sem encaminhando para o final; eis que ela veio, a chuva. Então foi aquele caos na mente de pilotos e equipes: para agora, deixa mais um pouco, a chuva continua ou não… Os ponteiros arriscaram e deram mais um volta, e foi nessa volta que Hamilton põem quase tudo a perder, escapa na curva no início da descida, dá até um toque na barra de pneus, mas consegue voltar.

Alguns tentavam continuar com pneus slicks, outros já colocavam pneus para chuva forte; uma loteria total. E não sei por que, no final de semana inteiro tive a sensação de que Alonso não terminaria a prova; e aconteceu. Alonso dá uma vacilada e perde o controle do carro e bate, fica parado no meio da pista.

Voltas finais do GP, e o Safty Car entra, deu uma relachada na prova. Mas mesmo faltando 4 voltas para o final, tudo podia acontecer; ultrapassagens acontecendo, e todos “na ponta dos dedos”.

E apesar de todas as circunstâncias, Hamilton assegura uma excelente vitória e importante para o campeonato. Webber fica em segundo; e em terceiro um espetacular Kubica com a Renault. Felipe Massa não apareceu muito na prova, mas conseguiu arrematar um bom quarto lugar.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Daniel Machado permalink
    30/08/2010 2:39 PM

    Tudo que aconteceu ai foi justo. A vitória do Hamilton até o abandono do Alonso. Gostei do resultado da corrida, espero que Hamilton o Webber sejam os dois principais candidatos para serem campeões, mesmo que a Red Bull não de favorecimento para o Webber tão fácil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: